O fim da utilização do glifosato em Almada
Ambiente
A Câmara Municipal de Almada deixou, desde o dia 1 de janeiro de 2020, de aplicar glifosato para controle de ervas no espaço público do concelho.
Para garantir a remoção de ervas nos passeios, em mais de 820 km de ruas e vias, a Câmara Municipal de Almada (CMA) utiliza agora a monda mecânica.
 
Esta decisão levou a um forte investimento em novos equipamentos e meios humanos.
 
No entanto, a CMA lembra que a intervenção é feita apenas em locais onde seja indispensável fazer este controle e que só com o contributo de todos é possível manter todos os espaços livres deste tipo de vegetação, de forma mais sustentável e ambientalmente equilibrada.
 
Em espaços, aparentemente «descuidados», existe uma enorme variedade de espécies de plantas espontâneas, que são suporte de uma grande riqueza em termos de biodiversidade local, com funções ecológicas valiosas também para a nossa qualidade de vida.
 
A não aplicação do glifosato deve-se aos efeitos negativos deste composto na saúde humana e de outros animais, poluindo ainda lençóis de água subterrâneos, com impacto negativo na vida marinha.
 
Mais informação AQUI.
 
Para mais esclarecimentos e apoio:
 
 
11/03/2020